• Mazal News

Holocaust survivor aged 102 discovers he has a nephew

The news dates from 2017 but continues to spark emotion at the meeting of uncle and nephew. Eliahu Pietruszka, aged 102, fled Poland in 1939, and was separated from his parents and twin brothers, whom he believed died in the Holocaust.


Credit: AP Photo/Sebastian Scheiner


However, Volf, one of his brothers, escaped from the concentration camp to which he had been taken and spent his life believing he was the only family survivor. He even wrote a posthumous testimony about Eliahu for the central database at Yad Vashem, Israel’s Holocaust Museum.


It was this testimony that enabled Alexandre, the son of the late Volf, to travel from Russia to Israel to meet his uncle. “You are the image of your father. I have not slept for two nights as I waited for you”, said Eliahu in Russian to his nephew.



 

Sobrevivente do Holocausto de 102 anos descobre que tem um sobrinho vivo

A notícia é de 2017, mas segue gerando comoção em quem assiste o encontro entre tio e sobrinho. Eliahu Pietruszka, de 102 anos, fugiu da Polônia em 1939, separando-se dos pais e dos irmãos gêmeos, que ele acreditou terem morrido no Holocausto.


No entanto, Volf, um dos irmãos, conseguiu escapar do campo de concentração para onde foi levado e também viveu pensando ser o único sobrevivente da família. Volf inclusive escreveu um testemunho póstumo sobre Eliahu para o banco de dados do Yad Vashem, o Museu do Holocausto de Israel.

Foi este depoimento que permitiu que Alexandre, o filho do já falecido Volf, viajasse da Rússia para Israel para conhecer o tio. “Você é uma cópia do seu pai. Não dormi duas noites esperando por você”, disse Eliahu, em russo, para o sobrinho.