top of page
  • Mazal News

Biden proclaims ‘National Education Day’ on Lubavitcher Rebbe’s birthday


Israeli Prime Minister Menachem Begin with the Lubavitcher Rebbe, Rabbi Menachem Mendel Schneerson - Credit: Yaacov Saar/GPO.

Nearly half a century ago, the U.S. Congress proclaimed 1978 as a year of education, and over the next four and half decades the president has annually proclaimed Rabbi Menachem Mendel Schneerson’s Hebrew birthday, the 11th of Nissan, as education day in his honor.


Now, following the bipartisan tradition, U.S. President Joe Biden has announced that day, which this year falls on April 2, as a national “Day of Education and Sharing” to commemorate the life of the seventh Lubavitcher Rebbe.


“On Education and Sharing Day, we honor the memory of the Lubavitcher Rebbe, Rabbi Menachem Mendel Schneerson, who devoted his life to outreach and teaching—building bridges, challenging us to grow, and championing tolerance and learning,” the White House said in a statement.


“Forced to flee Nazi-occupied Europe during World War II, the Rebbe witnessed some of history’s darkest moments. But his faith and a lifetime of study had already taught him that education is both the antidote to hate and the cornerstone of humanity as a whole.”


One of the most influential Jewish leaders of the 20th century, Schneerson was born on April 18, 1902, in Mikolaiv, Ukraine, and grew up in Tzarist Russia, which became the Soviet Union after the Bolshevik Revolution.


In 1941, Schneerson and his wife, Chaya Mushka, escaped from Nazi-occupied France—where they had previously moved after fleeing Germany—via Lisbon, Portugal, and arrived in New York.


“From Brooklyn, he turned pain into purpose and built a global movement devoted to education, fellowship and healing. His work established schools and community institutions dedicated to helping people reach their full potential,” the White House statement read.


“The Rebbe told us, “We must translate pain into action and tears into growth.” That is what education makes possible. Children are the kite strings that hold our national ambitions aloft—everything America will be tomorrow depends on how we deliver for our young people today.”


Schneerson died in New York on June 12, 1994, at the age of 92.


Almost three decades after his death, Chabad is the largest and fastest-growing Jewish organization in the world, operating 3,500 institutions in more than 100 countries.


Source: JNS


 

Biden proclama 'Dia Nacional da Educação' no aniversário do 'Rebe de Lubavitch'


Quase meio século atrás, o Congresso dos EUA proclamou 1978 como um ano de educação e, nas quatro décadas e meia seguintes, o presidente proclamou anualmente o aniversário hebraico do rabino Menachem Mendel Schneerson, 11 de Nissan, como dia de educação em sua homenagem.


Agora, seguindo a tradição bipartidária, o presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou esse dia, que este ano cai em 2 de abril, como um “Dia de Educação e Compartilhamento” nacional para comemorar a vida do sétimo 'Rebe de Lubavitch'.


“No Dia da Educação e Compartilhamento, honramos a memória do 'Rebe de Lubavitch', Rabino Menachem Mendel Schneerson, que dedicou sua vida ao ensino – construindo pontes, desafiando-nos a crescer e defendendo a tolerância e o aprendizado”, disse a Casa Branca em uma afirmação.


“Forçado a fugir da Europa ocupada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, o Rebe testemunhou alguns dos momentos mais sombrios da história. Mas sua fé e uma vida inteira de estudo já o haviam ensinado que a educação é o antídoto para o ódio e a pedra angular da humanidade como um todo.”


Um dos líderes judeus mais influentes do século 20, Schneerson nasceu em 18 de abril de 1902, em Mikolaiv, na Ucrânia, e cresceu na Rússia czarista, que se tornou a União Soviética após a Revolução Bolchevique.


Em 1941, Schneerson e sua esposa, Chaya Mushka, escaparam da França ocupada pelos nazistas - para onde haviam se mudado depois de fugir da Alemanha - via Lisboa, Portugal, e chegaram a Nova York.


“Do Brooklyn, ele transformou a dor em propósito e construiu um movimento global dedicado à educação, companheirismo e cura. Seu trabalho estabeleceu escolas e instituições comunitárias dedicadas a ajudar as pessoas a atingir seu pleno potencial”, diz o comunicado da Casa Branca.


“O Rebe nos disse: “Devemos traduzir a dor em ação e as lágrimas em crescimento.” É isso que a educação possibilita. As crianças são as cordas da pipa que mantêm nossas ambições nacionais no alto – tudo o que a América será amanhã depende de como entregamos para nossos jovens hoje.”


Schneerson morreu em Nova York em 12 de junho de 1994, aos 92 anos.


Quase três décadas depois de sua morte, o Chabad é a maior organização judaica de mais rápido crescimento no mundo, operando 3.500 instituições em mais de 100 países.


Commentaires


bottom of page